seguro-residencial-maxsegur

Seguro Residencial, Ranking revela melhores opções de seguros

Quem está em busca de um seguro residencial para o seu imóvel agora tem uma ferramenta para ajudar na escolha. Diante de tantas opções no mercado, a associação de proteção ao consumidor Proteste elaborou um ranking dos melhores seguros residenciais por abrangência de cobertura.

A seguradora Bradesco Seguros ficou em primeiro lugar, seguida da Porto Seguro e da Itaú Seguros. O ranking completo está na tabela abaixo.

seguro-residencial-maxsegurApesar de ter um custo anual em torno de 0,2% do valor do imóvel, dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep), órgão responsável pelo controle e fiscalização dos mercados de seguros, mostram que apenas 9% das residências do país são seguradas. Apólices com coberturas básicas contra incêndio tem valor inicial de aproximadamente R$ 100 por ano.

O seguro residencial tem uma taxa muito pequena

Para o diretor da Sercose Seguros, Mario Azevedo, a baixa procura se dá pelo desconhecimento sobre esse tipo de seguro. “A maioria das pessoas por falta de conhecimento fazem um paralelo do valor entre o seguro residencial e o seguro de automóveis.

Imaginam que pagando o valor de R$ 2 mil no seguro de um veículo de R$ 40 mil, irá pagar a mesma proporção no seguro residencial de um imóvel de R$ 400 mil. Porém o seguro residencial tem uma taxa muito pequena”, afirma Azevedo.

O seguro residencial é indicado para qualquer pessoa que resida em um imóvel

Para o presidente do Sindicato dos Corretores de Seguros da Bahia, Wanderson do Nascimento, o seguro residencial é indicado para qualquer pessoa que resida em um imóvel, principalmente quem aluga.

“A responsabilidade por qualquer dano no imóvel é do locatário. É um seguro que tem um custo muito interessante. Para quem é proprietário traz tranquilidade. A pessoa demora uma vida para construir um patrimônio e pode perdê-lo por conta de um incêndio”, diz Nascimento.

Assistência 24 horas para chaveiro e reparos hidráulicos e elétricos

Além das indenizações, seguros residenciais geralmente oferecem facilidades como assistência 24 horas para chaveiro e reparos hidráulicos e elétricos.

No ranking elaborado pela Proteste, as empresas foram analisadas tanto em relação às coberturas básicas, como incêndio, queda de raio dentro do terreno do imóvel e explosão acidental, quanto à abrangência e preço em coberturas como roubo e alagamento.

Os preços dos seguros variam muito a depender do tipo do imóvel e do perfil dos moradores, além da cobertura. Há ainda a possibilidade de proteger somente o prédio, somente o conteúdo, ou prédio e mais o conteúdo do imóvel.

Consulta a um corretor de seguros para definir qual a melhor opção

Diante de todas as particularidades e opções, a coordenadora institucional da Proteste Maria Inês Dolcci orienta a consulta a um corretor de seguros para definir qual a melhor opção. “A apólice é uma soma de proteções do patrimônio.

A primeira coisa antes de contratar é definir o seu perfil para evitar a contratação de coberturas que você não precisa”, diz. Além disso, estar ciente de todas as coberturas excluídas da apólice é extremamente indicado para não deixar itens importantes de fora, segundo a especialista.

De acordo com a Susep, todas as informações, inclusive como solicitar a indenização, quando for o caso, o que está coberto e as exceções, devem estar no manual da apólice, documento que todas as seguradoras são obrigadas a fornecer junto com o contrato.

Imóvel alugado

Muitas imobiliárias e proprietários de imóveis tornam obrigatório em contratos de aluguel uma apólice de seguro contra incêndio em favor do proprietário do imóvel. Nestes casos, geralmente a imobiliária cria um pacote e indica uma seguradora.

O advogado especialista em direito imobiliário Bernardo Maciel afirma que a indicação, na maioria das vezes, é para tornar o processo mais ágil, mas esclarece que o cliente tem o direito de fazer sua própria cotação e escolher a seguradora de sua preferência. “A imobiliária não pode colocar uma determinada seguradora como obrigatória. Ela pode indicar, e o inquilino tem o direito e total liberdade de fazer a sua própria cotação”.

Por Jornal A Tarde - Online em 23/01/2016

Home | Seguros | Seguro Auto | Seguro de Vida | Seguro Residência | Seguradoras | Seguro contra inadimplência | Previna-se dos imprevistos | Educação Financeira | Evite que seu filho seja um consumista | Novo Cruze | Seguro Pirata

Leave a Reply